Caso não esteja visualizando corretamente veja aqui.
 
  ANO 14 - EDIÇÃO Nº 654 - PUBLICADA EM 13/07/2017  
     
 

Notícias sobre o equacionamento de deficit do Plano BD

 
 

A FACEB encerrou ontem, na CEB de Taguatinga (SDO), o primeiro ciclo de apresentações aos participantes, aposentados e pensionistas, a respeito do equacionamento do deficit de 2016 do Plano BD. Os eventos contaram ainda, na maioria das vezes, com a presença do STIU-DF e da consultoria Mercer Gama.

Durante as palestras, realizadas também em outras localidades da CEB (SIA, Gama e Planaltina), no Teatro dos Bancários e na sede da FACEB, foi apresentada a proposta de equacionamento de R$ 33 milhões, em 217 meses, referente ao deficit acumulado até o exercício de 2016.

Após participantes, aposentados e pensionistas serem informados das condições impostas pela legislação acerca desse tipo de equacionamento, uma das principais dúvidas levantadas foi sobre a proporção que caberá a cada uma das partes (participantes, assistidos e patrocinadora) para fins de rateio do deficit. Para esclarecer essa questão, a Fundação protocolou hoje carta na Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) para que este órgão esclareça o percentual a ser aplicado.

A Fundação, reafirmando o compromisso de transparência e de cumprimento dos prazos e demais exigências legais, destacado em todas as reuniões com sindicatos, Asapec, participantes e assistidos, insistiu para que fossem apresentadas sugestões para constar da consulta à Previc. Entretanto, até o momento, não houve sugestões efetivas.

Ontem, o STIU-DF foi convidado para apresentação dos estudos já realizados pela FACEB com o objetivo de avaliar as causas do deficit do Plano BD, bem como para discutir eventuais sugestões a serem incorporadas à mencionada carta. Infelizmente, o Sindicato não pôde comparecer ao encontro.

A Fundação continuará informando sobre o andamento do Plano de Equacionamento e ressalta que permanece aberta a sugestões para que possa oferecer um plano sustentável para todos os participantes e assistidos.

Por fim, destaca que está disponível no site da FACEB uma página específica sobre o Plano de Equacionamento, contendo uma série de perguntas e respostas sobre o assunto e a apresentação elaborada pela consultoria Mercer Gama, entre outras informações.